O Predador - Eu não quero uma continuação


Remakes, reboots, continuações e o caramba a quatro, marcam essa época cinematográfica em que vivemos. Nessa onda, um dos personagens icônicos do cinema, o Predador, ganhou uma continuação,  em um filme que tenta pegar o que seus antecessores tem de melhor.

Ele não é um predador


A história gira em torno de um oficial do exército que tem sua equipe assassinada por um alienígena. Não me pergunte como, mas o cara consegue pegar o bracelete e a máscara da criatura e envia para seu filho que está no ensino fundamental, para ser capturado e tratado como louco pelo exército pouco depois.

Em contrapartida disso, o Predador também é capturado pelo exército americano (por quem mais seria?), e chamam uma bióloga, interpretada por Olívia Munn (caraca, eu não sei o nome de ninguém do filme), que diz que a criatura não pode ser definida como um predador, porque um predador caça para se alimentar, e o alien ali é um caçador esportivo (E foram avisar isso 30 anos depois?! Depois disso eu não consegui parar de imaginar aquele poster do Schwarzenegger escrito "Caçador"). Logo depois, o bicho acorda e mata todo mundo, e pegando outra máscara que estava ali no laboratório, descobre onde está o seu equipamento.

Mas o filme não acaba por aí, porque logo descobrimos que o Predador capturado é um fugitivo e que está sendo perseguido por um outro Predador gigante, que com poderes especiais.

Eu não quero uma continuação 


Ao contrário do que estou transparecendo, eu gostei bastante do filme. Ele não é o blockbuster do ano, mas é um programa para um final de semana. O filme é uma galhofa total, cheia de tiragens debochadas, personagens sem noção e muita ação. Além disso, a ideia de fazer a ameaça evoluir é o que poderia manter a franquia viva por mais algum tempo. 

Mas então, por que disse que não estou a fim de uma continuação? Porque não comprei a história de que o primeiro Predador a aparecer estava do lado dos humanos. Sim, você não leu errado, ele veio aqui para avisar sobre um invasão de Predadores que está prestes a acontecer, além de trazer um equipamento para que a nossa raça enfrente a dele, sem contar que esse bicho é meio humano. Mas se era um aliado, porque raios ele matou todo mundo que viu pela frente?


Ah, e não para por aí. No final é revelado que ele trouxe uma armadura que se materializa através de um dispositivo, no velho estilo Tokusatsu, para que os humanos enfrentem a guerra nas sequências. E claro, fica bem escrachado quem vai ser o Power Ranger.

Enfim, não que o filme seja ruim, mas tudo indica que a franquia está apostando em coisas sem  noção e vai se perder cada vez mais. Então, o meu conselho é: "Para que dá tempo".

Comentários