8 episódios com fortes críticas sociais em Família Dinossauros


Se você nunca assistiu Família Dinossauros, desculpe te dizer, mas está vivendo errado. Conhecendo a geração de hoje, não me impressionaria se ouvisse um "É tosco", ou, "É desenho de criança", mas as pessoas talvez não lembrem que esse programa era equivalente aos Simpsons em questão de críticas sociais, na verdade, acho que superava. A lista de hoje fala exatamente disso, 8 episódios com críticas sociais.

1 - Carnívoro não


Bob Sauro está prestes a fazer sua iniciação como um carnívoro, mas o rapaz não curte a idéia de comer outro ser vivo. Isso faz o garoto pensar que ele era um herbívoro, o que causa a rejeição de sua família.

Acho que esse episódio discute sobre os jovens que adotam costumes diferentes de sua família, e até mesmo, faz um paralelo com o homossexualismo, onde o jovem se descobre de um jeito que vai contra os valores de sua casa.

2 - Uma nova planta


Bob e Dino descobrem uma nova planta que os deixam felizes. Logo eles dão a nova erva para amigos, causando o caos na sociedade. 

A crítica aqui não é outra a não ser drogas, tanto que no final do episódio, Bob quebra a quarta parede e fala como elas podem ser destrutivas.

3 - Dança indecente



Bob aprende sobre a dança do acasalamento, e seus desejos sexuais começam a aflorar, no meio da aula.

Para entender melhor, só assistindo mesmo. A dança do acasalamento é uma representação de atos sexuais, já que quando Bob dança sozinho (e Fran entra no quarto bem na hora), o ato representa a masturbação, sem contar que existem lugares que praticam a dança em troca de dinheiro. Uma das profissionais da dança do acasalamento diz que é uma profissão nova, fazendo um contraste conosco que dizemos que prostituição é a profissão mais antiga do mundo.

4 - O que Harry sexual quis dizer


Hoje a pessoas discutem muito sobre assédio sexual e isso também não escapou da série, naquela época. Mônica processa um colega de trabalho de Dino, depois dele ficar jogando indiretas indecentes para ela. Porém, talvez a sociedade não esteja do lado dela como deveria.

5 - O dia do arremesso


A vovó Zilda vai ser arremessada no poço de piche. Dino está super feliz e ansioso para se livrar dessa pedra em seu sapato. Bob (sempre ele) foge com a avó por não concordar com tal tradição. 

Esse episódio é bom para repensar a forma com que tratamos os idosos.

6 - A cauda de Charlene 


Charlene é a única cujo a cauda não cresceu na escola, o que irrita a moça, porque ela não se sente atraente para os rapazes.

A cauda nada mais é do que os seios de uma mulher, deixando Charlene incomodada, já que os meninos preferem "caudas maiores", e quem as tem parecem ser mais atraentes. 

7 - A guerra do pistache


Quando os pistaches acabam, os bípedes declaram guerra aos quadrúpedes, que moram do outro lado do pântano. No decorrer do arco, é levantado a questão de que essa guerra esteja sendo alimentada pelo preconceito e não por um ideal justo.


8 - A melhor história jamais vendida


O episódio que me motivou a escrever essa lista. Dino é confrontado com uma pergunta de Baby, que gostaria de saber de onde a vida surgiu. Não conseguindo responder, a questão é passada a todos os dinossauros, até chegar na caverna dos anciãos, que propõe a todos que criem teorias e apresentem a eles. Entre todos os participantes, o escolhido foi o criador da teoria do Batatismo, que dizia que o universo foi criado por uma batata.

O problema começa quando aqueles que questionam essa teoria, e a religião criada em cima dela, são queimados na fogueira sem a mínima chance de se defender.





Comentários