Máscara Verde - um herói brasileiro pouco conhecido


Todo conhecem os super-heróis da Marvel, da DC, do Japão, mas poucos conhecem os heróis surgidos em terras brasileiras. Claro que existem HQs de artistas nacionais, e fãs que criam filmes independentes, só que a televisão também já teve sua leva de super-heróis, principalmente a Rede Globo

Hoje eu vou falar sobre o meu favorito, que foi apresentado no Sítio do Pica Pau Amarelo em 2005, que foi a melhor na minha opinião, o Máscara Verde.

O personagem


Máscara Verde era o alter ego de César Britto, interpretado por Diego Ramiro (o eterno Cajú de Disney Cruj), repórter do Jornal da Cidade Grande (esse era o nome do jornal mesmo) que ia até o capoeirão dos Tucanos, onde se instala na pensão da dona Joaninha, e conhece Ceceo, com quem começa um namoro mais tarde.

Posteriormente, César se mostra ser o herói Máscara Verde, mesmo sendo atrapalhado e míope, salvando os outros personagens das garras da Cuca e de outros monstros folclóricos como o lobisomem.  Mas depois de um tempo, ele mais apanha do que protege os outros.

E por incrível que pareça, ele ganhou um Sidekick. Zé carijó, fascinado pelo herói, se tornou uma variante chamado de Máscara verde: o bactéria.


Poderes e Fraquezas


Como o personagem aparecia esporadicamente, não ficava claro quais eram os seus poderes, mas podemos deduzir que além de ser perito nas artes marciais, ele tem as habilidades físicas e sentidos aprimorados, já que é mostrado ele ouvindo pedidos de socorro à grandes distâncias e sempre era rápido para chegar nos locais e bater nos inimigos.

Mas foi mostrado em um episódio que ele tem uma sensibilidade muito grande a sons, inclusive aos inaudíveis ao ouvido humano.

Origem


Apesar do herói fazer apenas participações especiais, no final da temporada  mostraram a origem dele.

Depois de ser derrotado, (para variar) Ceceo o salva  e tira sua máscara, ficando surpresa  ao descobrir que era o seu namorado o tempo todo. Na curiosidade, ela pergunta se ele havia nascido assim, e ele diz que seus poderes foram dados pelo espírito de uma árvore que ele salvou de ser cortada, o que explica a cor verde.

Eu achei o Máscara Verde um dos personagens mais interessantes que passou pela Rede Globo, mas infelizmente, um dos mais subestimados e mal trabalhados. Eu gostaria que ressuscitassem ele, de preferência em aventuras solo, mesmo que fosse naquelas minisséries de começo de ano.

imagens: Sitio 2005, Sitio na tv paul, blog do sitio do pica pau amarelo

Comentários