#Lista: 6 coisas que aconteciam na época das fitas VHS


Se você é muito novo, talvez nunca tenha visto, ou até nunca tenha ouvido falar sobre o aparelho de vídeo cassete. Então decidi criar essa lista  falando sobre 5 coisas costumeiras de quem se divertia nos finais de semana com esse aparelho.

1 - Alugar fitas na sexta


As locadoras eram os points para quem queria curtir aquele filme no Domingo. Mas o macete era alugar na sexta-feira para entregar apenas na segunda-feira. E atrasasse para ver a multa cobrada.

2 - Rebobinar a fita

note que o filme está todo de um só lado 



Quem já nasceu acostumado com o DVD, talvez não saiba o que seja fazer o aparelho voltar o filme no seu estado inicial, senão era multa na certa. E não adiantava fugir, porque olhar a fita já dava para saber se tinham voltado o filme ou não.


3 - Rejeição



Por motivos que eu não entendo até hoje, muitas vezes o aparelho cuspia a fita ao invés de reproduzir o conteúdo. E insistir poderia ocasionar uma situação que vou falar no próximo tópico.

4 - Fita presa



E imagina quando se apertava o botão ejetar, e a fita não saía. Muitas vezes, ela nem voltava a pegar e tínhamos que levar o aparelho para o conserto.

5 - Gravar as próprias fitas



Mas nem tudo se resumia a aluguel. Você poderia comprar aquele filmaço em alguma loja ou supermercado, ou simplesmente, esperar que passasse na televisão para grava-lo em uma fita virgem. Mas isso poderia ser um tiro pela culatra, caso você gravasse em cima de outra produção (que poderia ser tanto a novela das 8 como o churrasco na casa da sua avó gravado com a filmadora), o que faria com que seu filme parasse pela metade e começasse outro, ou ficasse com áudios entrelaçados.

6 - As vinhetas


Outra coisa que tinha também eram as explicações de como reconhecer um produto original, que sucedia uma tela com diversas faixas coloridas  e um barulho muito irritante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário