Vale ou não a pena - Tomb Raider a Origem


Tomb Raider sempre foi uma das maiores franquias dos games, e trazia um dos maiores ícones da cultura pop, a  sexy Lara Croft, que foi interpretada por Angelina Jolie na sua primeira versão Live-Action cinematográfica. Mas quando a franquia sofreu um reboot em 2013, já se ouviam falar de um reboot no cinemas também. No dia 15 de março de 2018 o filme estreou, trazendo Alicia Vikander como a sucessora de Jolie. Mas será que o filme se salvaria da maldição dos filmes de games? Bem, a resposta está nessa lista de vale ou não a pena, com alguns spoilers.

1 - Positivo: Uma heroína mais humana (2,0)


Eu não conheço muito bem a nova Lara Croft, mas sei da premissa de deixá-la mais parecida com alguém tentando sobreviver do que um "Superman com seios". E esse filme mostra bem isso, com a personagem de Alicia Vikander sendo uma moça comum, tentando ganhar a vida e aprendendo a enfrentar os perigos, se sujando, sentindo dor, tendo que usar mais a inteligência do que a força bruta.

2 - Negativo: Construção é rápida demais (0,0)



Essa ideia de usar uma protagonista  inexperiente é boa, mas do nada ela pega um arco e decide salvar o mundo. Gostaria de ter visto ela se ferrando mais, superando os próprios medos para aprender a ser a heroína que conhecemos. Não faz sentido ela ir atrás dos vilões, eles que precisavam dela, então eles que deveriam procurá-la, e esse meio tempo poderia ser usado na construção da personagem.

No pouco tempo de filme, eles  deixam passar muita coisa. Tipo, quando ela tem que fugir do navio, cai um artefato que pertencia ao pai dela, o que dá a impressão de que a perda do negócio seria importante. Só que daí não se toca mais no assunto. Assim como ninguém explica o pai dela ainda estar vivo. Poderiam ter desenvolvido mais esses detalhes.

3 - Negativo: Efeitos não convencem


É normal vermos os mais jovens reclamarem dos efeitos de filmes mais antigos. O problema é que as produções atuais não estão ficando atrás. Você consegue ver quando o cenário é um Chroma Key, ou quando a atriz é substituída por uma boneca digital.

4 - Negativo: Vilões


O vilão do filme, além de ser apresentado de uma maneira muito rasa, ele não passa a ideia de ser uma ameaça real. Ele mata um aqui e ali, mas ele mesmo não tem carisma ou expressão, muito menos motivação, pelo menos uma convincente.

Em tempos de Heath Ledger, Michael B. Jordan, Tom hidleston, trazer um vilão genérico para as telonas é furada.

5 - Positivo: Visual de gameplay (2,0)


Sabe aqueles momentos em que você tem apertar um botão para o personagem agir, antes que algo aconteça? Em algumas cenas o filme passa essa sensação. Como no avião, em que Lara tem que pegar o para-quedas antes que o caia, ou quando ela tem que resolver um quebra-cabeças para passar um obstáculo, que me lembrou bastante os puzzles do Tomb Raider que eu joguei no Nintendo DS.

Nota(4,0).


O filme tem tudo para ser um filmaço, mas o roteiro é muito fraco. Alicia Vikander manda bem no papel de Lara, tanto na atuação quanto no visual, mas você não "compra" a historia. Além disso, ele não desenvolve tão bem alguns elementos que o deixariam mais rico, se tornando corrido na metade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário