Vale ou não a pena - Sonic Forces


Em 2016 os fãs de Sonic foram presenteados com um teaser que se chamava apenas "Project Sonic 2017", e mostrava novamente a aliança entre o Sonic clássico e o moderno, além de anunciar um novo personagem.

Em novembro de 2017, tivemos o lançamento de Sonic Forces, que marcava a volta do Ouriço mais rápido do mundo ao multiplataforma com uma novidade: A oportunidade de se criar um personagem. Mas Sonic Forces teve tantos erros que deixou a fanbase dividida, mesmo sendo bem divertido.

Depois de meses, eu finalmente consegui fazer o vale ou não a pena.

1 - Positivo: História (1,0)


Trazendo algo novo, a história conta sobre o dia em que Sonic foi derrotado por um inimigo misterioso chamado Infinite. A dominação do mundo pelo Dr. Eggman e a criação de uma  resistência me lembrou muito aquele Sonic Satam, que passava no SBT. Seria muito da hora se a resistência fosse chamada de "Guerreiros da Liberdade".

2 - Positivo: Avatar (1,0)


A grande novidade desse jogo é a possibilidade de se criar um personagem completamente novo, de acordo com sua criatividade. E o melhor é que ele tem uma certa relevância na história, além de ter desenvolvimento conforme o avanço.

3 - Positivo: Trilha sonora épica (1,0)



Músicas frenéticas que se encaixa nos estágios e os deixa ainda mais frenéticos. Cara, só ouve isso:




4- Negativo: Sonic clássico (0,0)



Foi muito legal ver duas versões do mesmo personagem, mas não dar nenhuma relevância a ele é de matar (para não dizer outra coisa). Um amigo meu disse que o motivo do Sonic clássico estar lá é apenas um Fanservice Nostálgico, o que não deixa de ser verdade porque todas as telas dele são os estágios do mega-drive em 2D. Mas isso torna o personagem completamente desnecessário, já que alguns meses antes foi lançado o aclamado Sonic Mania que já tinha essa função.

Se ao invés de Sonic, tivéssemos Tails como personagem jogável, teria sido muito melhor e menos vergonhoso para a raposa (que ficou muito bundão).


5 - Negativo: Vilões (0,0)



Lembro quando lançaram o primeiro trailer, os fãs foram a loucura com a revelação de que teríamos  Chaos, Metal Sonic, Shadow (que intrigou muita gente) e Zavok de volta. Imagina a decepção quando descobrimos que só lutaríamos contra Zavok e Metal, enquanto Chaos seria derrotado já na cutscene pelo Sonic clássico e Shadow só foi uma "pegadinha" (beleza que ele era um clone criado pelo Infinite, mas custa deixar a luta ocorrer antes de fazer o original entrar em cena e acabar com a graça?!).


6 - Negativo: Mecânica (0,0)



Eu não entendo muito dessa parte, mas vi muitas críticas de coisas que me incomodaram também, como o fato de Sonic não fazer drift e acabar caindo das plataformas quando se atinge altas velocidades (o que é muito irônico, se tratando da "coisa mais rápida viva"), isso sem contar que você não consegue mirar direito em qualquer posição.


 7 - Positivo: Infinite (1,0)



Esse dividiu opiniões, mas eu amei o novo personagem e espero vê-lo futuramente. Como eu sempre digo, vilões tem que passar imponência, me fazer crer que é uma ameaça e Infinite conseguiu isso. 

Apesar dele não ter usado todo o seu poder (e ter uma motivação muito merda), ele merece uma segunda chance.

8 - Negativo: Supersonic (0,0)




Desde de Sonic 2 lá no Mega Drive, todos nós esperamos o Super Sonic entrar em ação para acabar com os vilões. Seja através de coletar as esmeraldas em fase bônus ou simplesmente se transformar como em títulos mais recentes, Super Sonic é a conclusão das batalhas. Mas os desenvolvedores do Forces decidiram colocar como DLC, e ainda por cima, tinham a intenção de cobrar por ele.

Mas teríamos uma fase extra onde Infinite e Sonic se enfrentariam com os seus níveis de poderes no máximo? NÃO, só servia para você jogar as mesmas telas, exceto os chefões, no modo dourado (pô, fala sério).

9 - Negativo: Episódio Shadow (0,0)



 Shadow é um dos personagens mais interessantes do universo do ouriço, então, é justo que ele tenha uma DLC. Mas o problema é que o "Episódio Shadow" só tem 3 estágios e só serve para mostrar a origem do Infinite, que era um mercenário que apanhou para o ouriço negro, e com complexo de inferioridade decidiu pegar o Phantom Ruby e fazer tudo o que fez.


10 - Positivo: Frenético (1,0)



Eu ia reclamar que o jogo é curto demais, mas parei e pensei: "Isso me  incomoda?" E percebi que não, a trama é fechada, e apesar de tantos erros, o jogo é divertido, com telas frenéticas, ótimos boss, adrenalina e boas batalhas.



Vale a pena - ( Nota 5,0)



Foi quase,  mas consegui dar uma "nota azul". O veredito é que é cheio de erros, mas dá para se divertir  em um final de semana chuvoso.



Comentários