Vale ou não a pena - Defensores


Assim como no cinema, a Marvel das séries também tenta manter um universo compartilhado. Depois do cinema, a Netflix finalmente juntou suas séries, formando o grupo de heróis urbanos que foi chamado erroneamente de Defensores. Quem acompanhou as produções ficou ansioso para ver "O demônio de Hell's Kitchen", A Detetive, O Homem indestrutível e o Defensor de "K'un-lun" juntos contra um vilão em comum. Mas será que vale a pena? veja na lista a seguir:

1 – Positivo: O crossover.


Desde o início, todos sabiam que as series da Netflix se encontrariam, mas depois de vermos cada uma, não sabíamos como fariam isso. Não dava para colocar o Nick Fury lá e criar a iniciativa defensores (apesar que o Stick fez esse trabalho). Porém, daria para colocar cada personagem cuidando de seus próprios assuntos, e fazer com que cada problema pessoal cruzasse com o outro.

2 - Neutro: Descrença


Matt queria reconstruir a sua vida, assim como Jéssica. Luke e Danny Rand eram os únicos que ainda estavam na ativa. De qualquer forma, ninguém queria aceitar que seriam uma equipe, ou pior, nenhum deles se aceita como super-herói.

Além disso, eles não conseguem dar o beneficio da dúvida para as coisas fabulosas que os cercavam, como ninjas, dragões, etc. Gente, vocês estão em um mundo onde um grupo de super-humanos enfrentou um deus nórdico que comandava um exército de monstros saindo de um portal no céu, é serio que vocês duvidam de ninjas e dragões?! Isso só mostra o quanto as séries e os filmes "compartilham" o universo.

3 – Positivo: União maligna


Defensores fez o que Vingadores não fez, e espero que Liga da Justiça faça algum dia, que é pegar vilões estabelecidos e juntá-los. Bakuto (Punho de Ferro), Madame Gao (Demolidor e Punho de Ferro), O cara por trás do Nobuo (Demolidor) e mais um cara novo e Elektra sendo reunidos por uma nova vilã. Contudo...

4 -  Negativo: O final


Alexandra tinha aquela imponência básica que todo vilão deve ter. O problema é que ela se perdeu demais no sentimentalismo e foi descartada de uma maneira extremamente "porca",  sendo substituída por Elektra, que não convence como líder do tentáculo, além de se arrepender no final tão rápido quanto matou a própria tutora. Ou seja, TANTA COISA PARA NADA. Eu sei que isso vem das HQs, mas nesse contexto não convenceu. 

Isso também serve para Luke e Danny, que não usaram todo o seu potencial nem no fim.

5 - Positivo: Bom humor


Marvel/Netflix ficou conhecida por ser quase o oposto de sua versão cinematográfica. Porém, disseram que Defensores seria a mais leve de todas, tanto que chegou a ser comparado a um filme da Sessão da Tarde. Essa afirmação foi meio exagerada, mas confesso que eles deram uma pitada maior de comicidade do que todas as suas antecessoras, como o fato de Jessica Jones sempre debochar do uniforme do Demolidor, entre outras passagens que não teria a mesma graça comentar aqui.

Vale a pena Sim


Toda vez que eu assisto a um filme, eu só quero me divertir, principalmente quando  é uma obra sobre super-heróis, e Defensores me proporcionou a diversão que eu esperava. Claro que fiquei meio desapontado com o fim de Cassandra, a motivação do Tentáculo, o fato de Elektra ser uma vilã do começo ao fim, o Punho de Ferro não ter chegado ao seu potencial, etc. Mas no todo, Defensores é bem divertido e cumpre o que promete: Juntar as 4 Franquias da Netflix.



imagens: Metropoles, Youtube, Cosmonerd, plano critico, euclides da cunha FM, boletim nerd, Twitter.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...