5 Coisas sobre a Mulher-Maravilha Pós-Crise



A DC é uma das editoras mais antigas que existem, lançando as aventuras de seus heróis há mais de 70 anos, além de ter em seu panteão os personagens mais populares do mundo. Em 1987, a editora fez a Crise das infinitas terras, onde os personagens voltavam as suas origens, em um evento que deveria "consertar" a cronologia da DC. Assim como o Superman (que o texto foi postado aqui nesse link), outro personagem que também teve sua repaginação foi a Mulher-Maravilha, que é o tema dessa lista de hoje.

1 – Amazonas


Todos nós já sabemos que Diana é uma amazona, um grupo de guerreiras lendárias da mitologia grega. Na Pós-Crise, esse povo foi criado pelas deusas do olimpo, com a reencarnação de mulheres que foram assassinadas no decorrer da pré-história para ser um exemplo de virtude para a humanidade, afim de aproximar novamente os humanos dos deuses.

2 – Machismo


Apesar da missão e suas habilidades para a batalha, Amazonas eram muito desprezadas pelos homens e pelos deuses. Tanto que após serem enganadas e violentadas por Hércules e seus homens, elas ignoram suas deusas e se vingam do exercito do Semi-deus, sendo exiladas pelas divindades na ilha paraíso, onde elas criariam sua civilização e guardariam um grande mal.

3 – A Mulher-Maravilha


A rainha Hypolita estava grávida na hora de sua morte em sua vida passada, tendo assim um grande desejo de ser mãe. Orientada por Ártemis, ela escupiu uma criança do barro, que recebeu vida dos deuses.  Como as entidades tinham um plano para a criança, ela recebeu a força e poder de Deméter, a beleza e Coração puro de Afrodite, a sabedoria de Atena, o olho da caçadora e compreensão das feras de Ártemis, a afinidade com o fogo de Hestia e o dom do voo e velocidade de Hermis. Isso tudo para completar uma grande missão quando adulta.


4 – A missão


Em determinada época (no caso guerra do Vietnã), os deuses ordenaram que as Amazonas realizassem um torneio para que a melhor delas seja escolhida para ir ao mundo dos homens e deter Ares, que está colocando tanto a humanidade quanto a existência dos deuses em risco.

5 – Além de músculos e beleza


Assim como o Superman foi mais humanizado e esteve mais virtuoso nessa época, a personagem também se torna um símbolo de amor e justiça, destinada a influenciar as pessoas a serem melhores. Além disso, ela também foi  incumbida pelo próprio deus da guerra de mostrar que o caminho trilhado pelos homens culminará em sua própria destruição antes que seja tarde demais.

Imagens: Acervo pessoal

Curtiu o texto? Se sim, não esquece de compartilhar e de me seguir nas redes sociais

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...