Vamos falar sobre Kamen Rider : O Cavaleiro Dragão


Se existe algo que preocupa os fãs de alguma obra, são as adaptações, como livros para filmes, HQs para filmes e games para...hã...filmes. Mas, também existe a adaptação que traz uma obra de um país para outro, como os Power Rangers, que transformou os sentais japoneses em um seriado americano.  O problema disso tudo é que a essência original se perde. Para quem não sabe, Power Rangers não é o único, e vou falar de outra dessas séries que receberam uma versão gringa, o (nem tão) recente Kamen Rider Cavaleiro Dragão...


Masked Rider?!

Kamen Rider Wikia


Para quem não conhece, coisa que eu duvido muito já que passou no Cartoon Network e na finada TV Globinho, esse Tokusatsu adaptava Kamen Rider Ryuki, que havia sido exibida no oriente 7 anos antes. Dessa vez, a Saban não era a culpada responsável por tudo e sim a produtora Adness Entertainment em parceria com a Toei, e ao invés de uma produção completamente infantil, eles deram um tom mais sério e uma carga dramática maior do que a dos Rangers. Esse tom diferenciado, junto com uma trama mais complexa, rendeu um premio Emmy  no ano de 2010. Além dos prêmios, foi lançado um jogo de luta (a lá Tekken) para Nintendo DS e Wii, e um filme seria produzido no término da produção.

Porém, nem tudo foram rosas na exibição do melhor Kamen Rider americano que já existiu (ou alguém aqui considera o Masked Rider?), porque a série foi cancelada no episódio 40 devido a queda de audiência e o suposto filme nunca foi produzido. Pelo menos, o episódio  39 conseguiu concluir a saga sem muitas pontas soltas.

Vamos conhecer Ventara


Ventara é um mundo gêmeo da terra, cujo a ligação entre os dois planetas é feita através dos espelhos. Nesse mundo, um alien chamado Xaviax sequestrou as pessoas para forçá-las a trabalhar em seu planeta - destruído por uma guerra que ele mesmo travou.

Para deter a ameaça, outro Alien da mesma raça de Xaviax (Eubulon, também conhecido como mestre advento) criou os Kamen Riders, guerreiros que ativariam seus poderes através das cartas advento e controlariam feras monstruosas. Cada Rider teria um ano para lutar, depois, ele deveriam entrar em um estado de animação suspensa durante 12 anos, enquanto outros Riders lutariam em seu lugar.

Adam é o cavaleiro Dragão original, que traiu seus companheiros levando Xaviax a sua base enquanto eles hibernavam. Xaviax teria vencido se Lenn, também conhecido como Kamen Rider Cavaleiro Alado, não tivesse conseguido escapar.

Agora sim vamos entrar na série



Kitty Taylor é um garoto que só se meteu em problemas desde que seu pai desapareceu. Um dia, ele vê seu pai nos espelhos dizendo para que ele contrate o Dragão, ao mesmo tempo que encontra um "deck" de cartas em seu antigo apartamento. Se essa loucura já não bastasse, o cara encontra monstros que só ele consegue enxergar.

Nesse momento somos apresentados ao Kamen Rider Cavaleiro Alado, que não quer que Kitty contrate o Dragão, e Maya, uma blogueira de lendas urbanas e teorias da conspiração, sendo uma das poucas pessoas da série que sabe da existência dos Kamen Riders. Depois que Kitty e Lenn se aliam, Xaviax usa as cartas roubadas dos Riders originais e começa recrutar pessoas que consigam usar os poderes contidos nelas. Uma curiosidade, cada pessoa da terra tem um "gêmeo" em Ventara, e apenas pessoas com o mesmo DNA podem usar as cartas.

Pode não parecer, mas é muito bom


Quem é mais desavisado (ou besta mesmo) vai pensar: "É só uma cópia de Power Rangers". Mas, diferente das adaptações da Saban, Cavaleiro Dragão conseguiu manter a essência da franquia original, com um foco maior no público mais maduro, dando uma carga dramática maior, com mistérios, reviravoltas, "mortes", uma profundidade maior em cada personagem, onde nem todos  tem um final feliz no final de seus arcos. 

Claro, ainda dava para perceber as cenas editadas do original e algumas coisas bem forçadas (como o "Rider Punch" que virou Golpe poderoso e o Henshin ser substituído por "Kamen Rider"). Contudo, o maior ponto fraco é que conforme a história se aproxima de sua conclusão, tudo parece ficar mais infantil e com conclusões não muito convincentes (Talvez tenha sido porque a audiência diminuiu e a série teve que ser infantilizada).

Kamen Rider Cavaleiro Dragão é um dos poucos tokusatsus adaptados que manteve a essência do original. Só não sei se fico alegre ou triste pelo seu cancelamento (Não consigo engolir uma versão americana de Faiz).





Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...