Vamos falar sobre 7 minutos para meia noite



"É uma história verdadeira, coisas verdadeiras parecem erradas".

Você acreditaria se eu dissesse que isso foi dito por uma árvore?! Pois bem, hoje quero falar de um filme que na sua estreia só teve uma única sessão na cidade inteira, o que me impediu de assistir a obra, porque não era viável ir tão longe assim (e  o pior que não era sessão exclusiva). Mas graças a Netflix (paga eu Netflix), eu pude ver a historia que não era o que eu esperava, e vou explicar se isso é bom ou ruim. Então sente-se e conheça o longa chamado "7 minutos para meia-noite"

Connor é um garoto que tem de lidar com o câncer terminal de sua mãe e a personalidade forte de sua avó. Em uma determinada noite, ele começa a ser visitado por um monstro (que mais parece um Transformer de madeira) que sempre chega 7 minutos depois da meia noite, se propondo a contar três contos "verdadeiros". No final da coletânea, Connor terá que contar a sua história ao monstro.


 De início, você acha que o filme não passa de um conto de fadas moderno, mas ele tem uma carga dramática muito maior do que qualquer historia infantil. Cada historia contada pela criatura tem uma mensagem no final, que o garoto deve colocar em prática em alguma parte do seu cotidiano. O mais legal que não é clichê, você espera uma coisa e acontece outra, sendo essa a mensagem passada pelas histórias: Nada é o que parece e nem ocorre do jeito esperado.

O visual é bonito, as animações são feitas em StopMotion, mas se tido tivesse sido tudo feito em Live Action, talvez eles pudessem ter deixado o filme mais dinâmico e poderia ter conversado com um publico maior, porque ele parece um filme infantil com animações que desenvolvem a historia, mas elas são tão rápidas que poderiam ter sido cortadas. Mas também não é uma produção adulta. Talvez agrade o pessoal que goste de algo mais "cabeça". Porém, isso é só uma opinião pessoal.

Enfim, 7 minutos depois da meia noite, é um filme que eu esperava ser infantil e recebi uma trama dramática, sombria e reflexiva.  Isso não foi  ruim, é um filme de drama como muitos outros, só acho que ele engana na primeira vista.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...