Vamos Falar sobre Justiça de Alex Ross


 " Todos fomos mudados por nossas tragédias, não importa o quanto tenhamos tentado evitá-las. Não importa as curas que busquemos ou de quem as buscamos."
Em meados de 2005, eu comecei a ler quadrinhos com uma frequência muito maior e nessa época eu consegui um exemplar da revista Wizard. Entre os diversos artigos, um me chamou a atenção, que era uma entrevista com Alex Ross e seu mais recente trabalho, a saga "Justiça" da DC Comics. Ele falava da diversidade e visual dos vilões, alguns baseados no desenho " Superamigos". O Tempo passou, e eu não tive a oportunidade de ler essa saga, até agora.

Tudo começa quando os super vilões sonham com um acontecimento em Comum : O fim do mundo. A Liga da Justiça falhava em ajudar a humanidade e se tornavam tão indefesos quanto as pessoas comuns. Então, os "caras maus" formam uma aliança para começar a resolver os problemas da humanidade, como doenças, escassez, entre outros, com a explicação de que a Liga não é capaz de resolver tudo. Enquanto o mundo começa a acreditar na idéia deles, os heróis começam a sofrer ataques pessoais de seus maiores inimigos, já que uma invasão aos arquivos das Empresas Wayne revelou os segredos da Liga. Tudo no final, não passa do plano de Brainiac (inclusive o sonho dos vilões) para transformar parte da humanidade em humanos robotizados e destruir o restante.

Só tem uma frase para descrever os desenhos de Alex Ross: A arte é linda. Você tem a impressão de estar lendo um uma pintura e não uma HQ. Os desenhos que remetem ao design clássico dos personagens te faz rever os episódios do desenho de Hanna-Barbera, só que com um tom mais maduro e realista, como se a obra tivesse crescido com os seus espectadores. A estória não é só  envolvente, como o "tempo de desenvolvimento" é bem dividido entre os protagonistas. Porém, enquanto uns tiveram um certo destaque, outros nem tanto, como o Coringa, que não foi mais do que um mero coadjuvante e acho que ele poderia ter tido um destaque maior.

Contudo, Justiça nos faz repensar no conceito do que são super - heróis. Muitos pensam que são imbatíveis, mas aqui fica bem claro que não é bem assim. Eles são um símbolo do que a humanidade poderia se tornar, um exemplo para pessoas seguirem, já que eles também sofrem com a ansiedade, medo, mas nada disso consegue abater um verdadeiro herói, que nunca deve perder a esperança.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...