6 coisas sobre Kill la Kill


 Mahou Girl é um gênero clássico dos animes shoujo, sempre trazendo aquelas garotas em trajes colegiais que combatem alguma ameaça, que vão da colega invejosa ao demônio. Só que hoje, vamos falar sobre um shonem que trás esses elementos, só que de uma maneira completamente galhofada. Se você nunca ouviu falar de Ryuko Matoi, essa lista foi feita para você.


1 - A obra

Kill la Kill foi um mangá escrito por Ryo Akizuki e serializado na Young Ace entre outubro de 2013 e março de 2015. No período de publicação ganhou uma adaptação em anime pelo estudio Trigger, sendo o primeiro projeto deles para a televisão. O projeto também foi escrito por kazuku nakashima e e dirigido por Hiriyuku Imashi, ambos da produção de Gurren Lugann.


2 - Confrontos Escolares

Ryuko Matoi é uma garota de 17 anos que vai até o colégio  Honnouji para descobrir quem esta com a outra metade da tesoura encontrada no corpo de seu pai. No lugar, ela desafia a presidente do colégio, Satsuki kiryuin, que ela acredita ser a responsável por tudo. Mas como nada é tão fácil quanto parece, ela deverá enfrentar os presidentes dos clubes da escola, que usam o uniforme Goku, que não sei se é por  coincidência do nome, deixa todos extremamente poderosos.

3 - Kamui

Sim, ele tem vida própria
Mas se Ryuko não tem um desses uniformes, como ela vai lutar? Simples, ela encontra um uniforme Kamui deixado pelo seu pai, que a deixa mais poderosa que os usuários do uniforme Goku. Sengetsu é um tipo de roupa com vida e consciência própria, que bebe do sangue da usuária para ativar seus poderes bizarros (que as vezes, lembra um Mecha). Além dele, Satsuki Kiryuin também tem um, o Junketsu.

4 - Fibras de vida

Esse elemento é responsável por dar os poderes aos uniformes Goku e também ao Kamui. O problema é que a tal fibra de vida não é nada inofensiva, já que é um tipo de parasita que veio de espaço desde tempos antigos e usa o sangue humano como uma fonte de energia.

5 - Nudist beach

Se a grande ameaça do anime são roupas, sua grande antagonista só pode ser uma organização paramilitar de naturistas, intitulada "Praia de Nudismo". Essa tropa que ajudou Ryuko a encontrar Sengetsu através do "professor" do colégio Honnouji. Se você achou bizarro é porque não viu os soldados usando apenas um cinto com armas militares e luzes nos mamilos.


6 - Razões para assistir



Eu citei as Mahou girls no começo do artigo porque lembra bastante o gênero de anime com as roupas de colegial, Ecchi, entre outras coisas. Só que não tem nada daqueles estilos fofos, com enrolações amorosas, e coisas clichês. Ao invés disso, temos uma protagonista de personalidade forte, personagens engraçados e cativantes, muita ação com pouca enrolação, podendo ser considerada uma baita galhofa que não deve ser levado a sério, como a própria protagonista disse: "Fazer sentido não é o nosso forte".








Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...